Celebs | Gwyneth Paltrow diz que ama Brad Pitt por confrontar Harvey Weinstein
Topo
Por Ronaldo Marcos / Publicado quinta-feira, 24 maio 2018 01:20

Gwyneth Paltrow diz que ama Brad Pitt por confrontar Harvey Weinstein

Durante uma aparição no The Howard Stern Show, de Sirius XM, Paltrow – que acusou Harvey Weinstein em outubro de assédio – abriu-se sobre a resposta “fantástica” de Pitt. Weinstein negou as acusações.

Tivemos um problema em um quarto de hotel, onde ele fez um proposta para mim, e então eu realmente contei ao meu namorado. Eu disse ao meu namorado na época, Brad Pitt”, Paltrow, tinha 22 anos na época. “Eu o amo por isso.” disse Stern.

Eu disse a ele [Pitt] imediatamente, e fiquei muito abalada com a coisa, eu me inscrevi para fazer dois filmes com [Weinstein]”, ela continuou. “Eu estava com medo, e Brad Pitt, nós estávamos na abertura de Hamlet na Broadway … e Harvey estava lá, e Brad Pitt, queria jogá-lo contra a parede, energicamente“.

Foi tão fantástico, porque o que ele fez foi alavancar sua fama e poder para me proteger em um momento em que eu não tinha fama ou poder ainda“, acrescentou. “Ele é o melhor.”

Gwyneth Paltrow afirma que Harvey Weinstein mentiu sobre ter relações sexuais com ela para atrair outras mulheres. Paltrow começou a namorar Pitt depois que eles se conheceram e enquanto trabalhavam em Seven em 1994. Eles mais tarde ficaram noivos, mas se separaram em 1997.

A atriz compartilhou suas alegações primeiro sobre Weinstein com o The New York Times em outubro de 2017. Pitt não discutiu as palavras que usou durante seu confronto com Weinstein, mas a Celebs descobriu que no momento que o ator confrontou [Weinstein] disse repetidamente “é melhor que nunca mais aconteça.”

Ele voltou e me disse exatamente o que disse“, lembrou Paltrow a Stern durante sua entrevista na quarta-feira. “Ele disse: ‘Se você fizer com que ela se sinta desconfortável de novo, eu mato você’, ou algo assim … Foi ótimo.

Brad Pitt não confirmou sobre o incidente.

Informações surgiram no mês passado que Pitt está querendo produzir um filme sobre a queda de Weinstein.

No entanto, Gwyneth Paltrow sempre foi acusada de conseguir papéis por aceitar manter relações com produtores. No caso do Weinstein, ela alega que o assédio ocorreu no início da carreira, mas ainda no auge dela a mesma atriz chorou e agradeceu a Weinstein durante premiação, e só contou essa história quando a denúncia de uma desconhecida iniciou a derrocado do produtor.


É permitida a reprodução desde que de forma individual (não de todas as matérias), citadas a fonte (Site Celebs.com.br) e créditos de fotos.