Celebs | Ator é preso após falsa comunicação de crime de homofobia
Por Ronaldo Marcos / Publicado quinta-feira, 21 fev 2019 12:32

Ator é preso após falsa comunicação de crime de homofobia

Jussie Smollett foi preso e enfrentará acusações criminais por apresentar um falsa comunicação de crime e por conduta desordeira. A polícia de Chicago twittou na manhã de quinta-feira que o ator da série “Empire” estava preso e sob custódia.

Smollett afirmou que havia sido atacado por dois homens em 29 de janeiro – ele disse que eles o espancaram, amarraram uma corda ao pescoço e o queimaram com alvejante. Ele também afirmou que eles gritaram insultos racistas e homofóbicos durante o ataque. No entanto, a polícia agora acredita que Smollett pagou a dois conhecidos, os irmãos Olabinjo Osundairo e Abimbola Osundairo, para ajudá-lo a orquestrar o ataque. Os homens têm cooperado com os investigadores.

Em uma entrevista em 14 de fevereiro no “Good Morning America”, Smollett reagiu aos céticos. “Se eu tivesse dito que era um muçulmano ou um mexicano ou alguém negro, eu sinto que os que duvidam teriam me apoiado muito mais“, disse Smollett durante a entrevista na TV.

As problemas de legais de Smollett estão aumentando. O FBI também está investigando se o ator enviou uma carta ameaçadora ao estúdio “Empire” em Chicago nos dias anteriores ao ataque. Fox, a rede que leva ao ar “Empire”, deu forte apoio da produtora de séries 20th Century Fox TV e Fox, mas fontes disseram à Celebs que os produtores do programa estão considerando suspender o ator agora que ele foi formalmente acusado de um crime.

Ao mesmo tempo, uma fonte de alto nível afirma que o plano é que Smollett termine seu trabalho na atual temporada do programa, que ainda está em produção em Chicago. A Fox apressadamente mudou o cronograma de produção do “Empire” nesta semana para dar a Smollett alguns dias de folga para resolver seus problemas legais.

Se é descoberto que Smollett apresentou um falso relatório policial, esse é um crime de Classe 4 em Illinois. Ele pode enfrentar entre um a três anos de prisão e também pode ser condenado a compensar o Departamento de Polícia de Chicago pelo custo de sua investigação.

Henry Chu e Cynthia Littleton contribuíram para este relatório.


É permitida a reprodução desde que de forma individual (não de todas as matérias), citadas a fonte (Site Celebs.com.br) e créditos de fotos.