Celebs | Espetáculo teatral reconta a história de Cubatão com peça sobre Vila Parisi
Topo
Por Superbacana Produções / Publicado quarta-feira, 17 jul 2019 19:03

Espetáculo teatral reconta a história de Cubatão com peça sobre Vila Parisi

“Quem é você Vila Parisi? […] Nesses tempos em que vivemos, percebo a urgência de investigarmos o passado, como arqueólogos, com cuidado para não danificar o que foi soterrado e ao estudarmos os materiais encontrados expô-los. Vila Parisi foi soterrada, concretada […]”, são as palavras de Eliana Monteiro, diretora convidada pelo Coletivo 302 de teatro, para orientar o segundo espetáculo do grupo, que visitou a história da cidade de Cubatão através de um trabalho de pesquisa com base em arquivos históricos e depoimentos de moradores do extinto bairro operário, Vila Parisi. 

  
Encenada em frente ao cenário barulhento e iluminado das indústrias de Cubatão, ao ar livre e usando os sons da avenida movimentada como sonoplastia, a peça é um drama experimental inspirado em pesquisas sobre a vida no bairro da cidade de Cubatão-SP, nos anos 70 e 80. O bairro se tornou mundialmente conhecido por se localizar no epicentro da zona industrial na época em que era conhecida como a cidade mais poluída do mundo. 

  
A peça faz parte do Projeto Zanzalá: Parte 1 – Vila Parisi, aprovado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, através do edital proac 01/2018 de apoio a produção de espetáculo inédito e temporada de teatro, tem ainda o apoio da Secretaria Municipal de Cultura. O projeto foi idealizado pelo Coletivo 302, coletivo teatral com mais de 4 anos de atuação na cidade e além da temporada realizou no início do ano o 2º Ciclo de Estudos, que trouxe importantes nomes do cenário teatral paulista para palestrar gratuitamente sobre as áreas de figurino, cenário, iluminação e dramaturgia. 
“Queremos que nosso público participe de uma experiência, sensorial e histórica, que conheçam mais sobre suas próprias memórias através do olhar lúdico e poético que o teatro pode proporcionar. Nós colocamos músicos com sanfona em cena, reproduzimos as casinhas de madeira no nosso cenário, representamos as chuvas e enchentes da vila com um caminhão pipa, tudo para que nosso público sinta-se dentro da história. Queremos ver a praça cheia todos os dias” _ confessou Douglas Lima, ator e diretor do coletivo.

O espetáculo estreou dia 13 de julho e segue em temporada até 11 de agosto, sempre aos sábados e domingos, às 20 horas, na Praça do Cruzeiro Quinhentista – na Av. 9 de abril em frente a Petrobrás. 

O público deve retirar os ingressos com uma hora de antecedência no local de apresentação, a entrada é gratuita e a classificação indicativa é de 14 anos.


É permitida a reprodução desde que de forma individual (não de todas as matérias), citadas a fonte (Site Celebs.com.br) e créditos de fotos.