Celebs | Clássicos da bossa nova ganham videoclipes na voz de Hanna
Topo
Por Fabio Cezanne / Publicado quarta-feira, 15 set 2021 17:32

Clássicos da bossa nova ganham videoclipes na voz de Hanna

americanas.com.br

Até outubro, a cantora HANNA conseguirá atingir a marca de quinze videoclipes produzidos e lançados somente neste ano. Com previsão para o próximo dia 21 de setembro, “Insensatez”, icônica canção composta por Tom Jobim e Vinícius de Moraes, imortalizada por João Gilberto, chega ao YouTube (https://www.youtube.com/user/HANNAOFICIAL) em versão emoldurada pela voz aveludada da artista alagoana radicada no Rio. Simultaneamente, a cantora lança “Águas de março” obra seminal da carreira do maestro Tom Jobim, de 1972 (https://www.youtube.com/watch?v=-dpr_coAR-s). Em seguida, até outubro, será lançado o vídeo de “Eu quero um samba” – composição de Janet de Almeida e Haroldo Barbosa, consagrada por João Gilberto, em 1973, no seu álbum homônimo.

Em junho, a cantora já havia produzido outros três videoclipes, todos homenageando seu maior ídolo e influência, João Gilberto. “Tin tin por tin tin”, “Samba da minha terra” e “Desafinado” –  standard obrigatório no repertório bossanovístico em todo mundo, de autoria de Tom Jobim e Newton Mendonça, consagrado mundialmente pelo violão e voz de João Gilberto – juntaram-se aos demais videoclipes  da cantora: “Avarandado”, “Amor em Paz” e “Wave”, lançados em maio último. Desde janeiro de 2021, outras releituras da cantora já estão disponíveis no mesmo formato: “Menino do Rio”, “Pra quê discutir com a Madame”, “Ligia”, “Retrato em Branco e Preto”, “Triste” e “Vestidinho de Festa”.

A cantora, compositora e atriz nasceu em Maceió e começou a carreira ainda menina na rádio difusora de Alagoas. Morou por oito anos em Paris e fez turnês por toda a Europa, com grande sucesso, levando a música brasileira pelos palcos do mundo, como na França, Grécia, Itália, Suíça, Marrocos, e, claro, no Brasil. Em 2019, recebeu o título de Embaixadora do Turismo do Rio de Janeiro. Ao longo dos últimos 20 anos fez apresentações em clubes de jazz de diversos países e em importantes casas de show do Rio de Janeiro, como Teatro Rival, Planetário da Gávea, Forte de Copacabana, dentre outras. Dedicou a João Gilberto seus últimos dois álbuns (“O amor é bossa nova vol.1 e 2”), regravando seus maiores sucessos, alcançando grande reconhecimento de público e de crítica.

 

“Insensatez” 

 

“Águas de Março” 

 


É permitida a reprodução desde que de forma individual (não de todas as matérias), citado o autor, a fonte (Site Celebs.com.br) e créditos de fotos.


Oakley BR