Celebs | Taboo reflete sobre invisibilidade social e privilégios no single e clipe “Meia-vida”
Topo
Por Build Up Media / Publicado terça-feira, 29 set 2020 13:52

Taboo reflete sobre invisibilidade social e privilégios no single e clipe “Meia-vida”

Enquanto revela canções que integrarão seu primeiro disco de estúdio, a banda Taboo convida a refletir sobre a vulnerabilidade social e a cegueira opcional de muitos diante da miséria alheia. Em “Meia-vida”, seu novo clipe e single, o grupo mineiro propõe um diálogo entre privilegiado e sem-privilégios sobre o que nos torna iguais e, ao mesmo tempo, tão diferentes. O vídeo já está disponível em seu canal de YouTube e a faixa, nas principais plataformas de música.

 

Assista a “Meia-vida”: https://youtu.be/pjkKj9Df5Dw

Veja versão em libras: https://youtu.be/koXOZeyXXBg

Ouça “Meia-vida”: https://smarturl.it/TabooMeiaVida

 

Após abordar a insegurança diante das incertezas do mundo em “Manhã” – faixa onde recebe o convidado Doca Rolim (Skank) – e celebrar o congado norte-mineiro em “Agosto”, Taboo expande o escopo de sua lírica em “Meia-vida”. Mesclando a poética já característica de suas composições com o tema áspero da desigualdade social, a canção traz um tom político e crítico a um trabalho já ancorado nas mais profundas questões humanas.

 

Assista ao clipe “Agosto”: https://youtu.be/0CaCbBNMYhw

Assista ao clipe “Manhã”: https://youtu.be/4BAgK-M2gkM

 

“‘Meia-vida’ é um dos momentos críticos do nosso álbum. Ela apresenta o olhar de um indivíduo privilegiado sobre um outro não privilegiado, no momento em que o primeiro descobre as suas semelhanças e diferenças. A música é uma crítica a nós mesmos, à nossa indiferença em relação à sociedade e como ela trata diferentes grupos de pessoas. A capa do single, criada pelo artista Igor José, é quase um tapa na nossa cara. Ela representa como vivemos nossas vidas ao passo que evitamos olhar ao nosso redor e enxergar a realidade de quem não tem as nossas oportunidades”, reflete o baterista Matheus Leite. Além dele, a Taboo conta com Lucas Nobre (vocal e guitarra); Michelle Marques (guitarra) e Max Dias (baixo). Matheus é responsável pela concepção e produção do clipe, além da co-direção ao lado de Tomás Gomes.

 

Decididos a não fechar os olhos diante das demandas sociais, os músicos fizeram de “Meia-vida” seu primeiro clipe em duas versões – uma delas com acessibilidade em Libras e participação de seis pessoas, metade delas surdas. O lançamento coincide com o Dia Nacional do Surdo e com toda a campanha do Setembro Azul, que visa a maior visibilidade para esta questão.

 

Baseada em Montes Claros, Taboo faz um rock alternativo com influências de diversas vertentes da música brasileira. O quarteto traz na discografia o single “A sua cor”, com o qual foi finalista do Troféu Imprensa do Norte de Minas, e o EP “Valência”, produzido por Leonardo Marques (Maglore, Moons, Young Lights). 

 

Agora, os músicos se preparam para iniciar a jornada de seu primeiro álbum, viabilizado por uma bem-sucedida campanha de financiamento coletivo. Enquanto isso, é possível ouvir “Meia-vida” nas principais plataformas de streaming e conferir o clipe no YouTube.

 

 

 

 


É permitida a reprodução desde que de forma individual (não de todas as matérias), citado o autor, a fonte (Site Celebs.com.br) e créditos de fotos.

Comentários